quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Quero um pouco de romance!

[INÉDITO]

Por: Anacris Maia

Isso mesmo! Quero um pouco de romance na minha vida. Quero um jantarzinho à luz de velas, regado com vinho. Quero ganhar flores sem motivo, receber torpedos fofos no meio do dia “dizendo” ‘sinto sua falta’. Quero aparições inesperadas na porta da minha casa numa quarta-feira qualquer só pra me convidar para dar uma volta na praça porque não agüenta esperar até o final de semana para me ver. Quero surpresas e gratuidade.

Quero ser lembrada sem precisar cobrar ou ter dia e hora previamente agendados. Quero um poema, se não pode ser escrito de próprio punho – afinal, nem todo mundo é Neruda – pode emprestar as palavras de Drummond ou Vinicius. Quero ter uma música, dessas que toda vez que eu ouvir seja como uma declaração de amor pra mim.

Quero ligações surpresas no meio do dia só para saber como eu estou. Quero ser paparicada, mimada, elogiada pela minha beleza, simpatia, inteligência e bom humor. Quero sentir que sou amada, única, desejada. Quero palavras de carinho e paixão sussurradas ao meu ouvido, troca de olhares apaixonados e a cumplicidade do silêncio.

Quero um pouco de magia contrapondo o acinzentado dos dias e a aridez da realidade. Quero gestos carinhosos, afeto que afete meus dias tirando-os da indiferença do tédio.

Quero que durante a rotina dos dias iguais, que ao menos um seja especial e marcante, digno de ser celebrado, lembrado, relembrado. Quero um ato de loucura, inconseqüente, irracional. Quero um ato passional, verdadeiro, transparente, desses que sem nenhum vestígio de razão consigam mostrar os sentimentos da alma.Eu quero um pouco de romance para mim, sim. Porque não consigo viver só de constâncias e previsibilidade. Eu preciso do inesperado, porque é por ele que todo o resto ganha significado.

2 comentários:

Ticiane Garcez Ribeiro disse...

Meus parabéns pelo blog!

Meus parabéns pelo texto!

Concordo com suas palavras infelizmente nos acostumamos a ter dia e lugar pra tudo e por conta disso às vezes não a nada melhor do que uma surpresa mesmo que simples que nos traga mais do que um pouco mais do que romance, mas a sensação de que a vida está batendo a nossa porta e nos chamando pra viver de forma plena. Pra que precisamos de datas especiais para demonstrar que gostamos de alguém? Todo mundo gosta de carinho ainda mais quando não esperamos, afinal não há dia nem lugar pra amar e viver plenamente esse sentimento.

Bjo flor e novamente meus parabéns!

Anacris Maia disse...

Tici, linda, obrigada!!!

Concordo com você e escrevi esse texto justamente por isso, porque há momentos em que precisamos de "boas notícias", precisamos de um cafuné, um carinho, alguma coisa, qualquer que seja ela, que nos tire da inércia, que nos afete de uma forma que sintamos o sangue e assim percebamos que estamos vivos e não apenas vegetando. É preciso sentir a vida pulsar... Valeu pelo comentário!!!

Beijos.