quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Uma prece para si mesmo

Postado em: 24.12.2007

Por: Anacris Maia

Todo mundo faz listas e promessas quando chega o Ano Novo. Elas variam desde começar uma dieta e se estendem a mudar de emprego, de vida, de amor... Bom, eu fiz uma prece a mim mesma porque acho primordial ter fé em si mesmo para se conquistar o que quer. Também pela primeira vez estou assinando meu nome nesse blog e não o pseudônimo (Maria Clara) não quero mais me esconder por meio dele. Chega de conversa... Lá vão meus pedidos para 2008... Que você que lê esse texto também conquiste tudo o que planejou em uma noite e que seu balanço de 2007 tenha saldo positivo.

Em 2008 quero fazer uma prece a mim mesma. Quero compreender, mas, se não for compreendida, que eu não sofra, apenas aceite que o problema não é meu e sim da miopia generalizada que distorce a visão dos homens.

Que antes de respeitar os outros eu respeite a mim mesma. E que eu esteja preparada para a solidão. É uma pena, mas, as pessoas não estão acostumadas com autenticidade e transparência, mas, prefiro o risco de uma vida solitária à amigos subordinados.

Que eu continue intolerante com injustiças, regras absurdas e que eu não confunda educação com domesticação.

Que eu continue perseverante com meus sonhos, certa do caminho que quero seguir e sem medo do que os outros pensam sobre mim. Todos nós temos um único objetivo, felicidade, apenas alguns a conseguem, porque felicidade é para corajosos e dá trabalho. Num mundo que venera a facilidade é comum desviar o caminho e se auto-enganar...

Que eu continue curiosa e descrente de respostas prontas. Que o conhecimento me liberte e não crie outras formas de prisões disfarçadas.

Que eu dê ouvidos e realmente me importe com aqueles que fazem a diferença em minha vida.
Que eu seja melhor por eles e não adaptável para ser aceita por gente que simplesmente me acrescenta nada. Isso seria perda de energia e o que é pior, me perderia de mim mesma.

E por fim que eu continue amando e sendo amada. Que a compaixão seja prática constante e que à vontade de mudança transforme-se em ação.
Que venha 2008!!!

6 comentários:

Anônimo disse...

[Barbara] [electric_silfide@hotmail.com]
Adorei sua prece...

30/03/2009 19:56

Anacris Maia disse...

Amiga, foi resgatando os textos do Produção que vi seu comentário. Escrevi essa "prece" num momento bastante tumultuado da minha vida, hoje, lendo, parece singela ou com um quê de inocência, mas, quando escrevi foi libertador, porque pra mim era preciso dizer. Obrigada por ter gostado e comentado!!! Beijos.

Daniel Alabarce disse...

puta merda, cris! Eu amei essa prece!

Se tem uma prece que eu colocaria na porta da minha casa seria exatamente essa!

E é exatamente isso que eu vou fazer, se você deixar!

Vou imprimir esta prece e colar na porta do meu quarto!

bjs!

Anacris Maia disse...

Hahahahahaha, Dani, tá autorizada a impressão e divulgação da prece...rsrs. Por enquanto, ainda não tô vendendo meus textos, mas, como tudo uma hora vira comercial e se prostitui, o dia que isso acontecer te aviso para dar os devidos créditos...hahahahaha (Sacanagem!!!)

Abraços e saudades.

Ticiane Garcez Ribeiro disse...

AMÉM

Adorei! Independente de para quem se dirija uma prece ou uma oração, em minha opinião, é uma coisa que vem de dentro, do fundo do coração, algo que de fato nos faça sentido e que nos liberta de alguma forma, por isso faço minhas as palavras do Marcial, (ditas talvez um pouco diferente, mas com a mesma intenção) "os poetas são místicos mais fervorosos do que os beatos".
Depois de ler suas palavras sinto que tenho que agradecer a essa poetisa mística que me falou ao coração.
Bjo e parabéns pelo blog que está cada vez melhor!

Anacris Maia disse...

Nooossa, Tici... Fiquei até sem graça agora, amiga. Puxa, "poetisa mística". Você sabe que um elogio, crítica ou opinião vindos de você, para mim são muito importantes. Ouço "leio" com atenção, reflito...
Obrigada por suas palavras e como você compartilho a idéia de que uma oração de verdade nos liberta, nos ajuda a compreender a nós mesmos e a desanuviar um pouco pensamentos tão tumultuados. Fazer uma oração é parar e ter um tempo para ouvir a si mesmo. Beijos e obrigada!!!